CARDIOVERSOR-DESFIBRILADOR IMPLANTÁVEL - CDI

Tratamento para prevenção Morte Súbita

CARDIOVERSOR-DESFIBRILADOR IMPLANTÁVEL

Cardioversor-Desfibrilador Implantável (CDI) é um aparelho capaz de monitorar e tratar ritmos anormais do coração, que podem levar a risco de vida.Estes ritmos anormais (arritmias) são ritmos rápidos, chamados de taquicardia ventricular (TV) e fibrilação ventricular (FV).Este aparelho, ao reconhecer qualquer um destes ritmos, é acionado para tentar reverter o problema.

 

 

  

O CDI consiste de um gerador e eletrodo(s). O gerador é um "pequeno computador", semelhante a um marcapasso cardíaco, movido por uma bateria. Com o tempo eles tem se tornado cada vez menores e mais leves, pesando cerca de 110 gramas.

Este gerador é implantado em região peitoral, do lado direito ou esquerdo, abaixo da clavícula. Através de anestesia local, e sedativos, é feita uma abertura na pele (cerca de 10 cm). O gerador é colocado em baixo da pele, através desta abertura.

O eletrodo é o "cabo" que conecta o gerador ao coração. É através deste eletrodo que o gerador (computador) vai poder reconhecer e tratar as arritmias. Uma de suas extremidades é conectada ao gerador e a outra é introduzida no interior do coração, no ventrículo direito, através de uma veia do tórax. Alguns aparelhos mais modernos possuem dois eletrodos, um para o átrio direito e um para o ventrículo direito, melhorando sua eficácia no reconhecimento e no tratamento de ritmos anormais.

 

    Após a operação para implante de seu aparelho, você ficará em repouso, numa unidade semi-intensiva ou numa enfermaria, por cerca de 24 horas. Após uma semana você deve voltar ao seu médico para retirar os pontos. Nas primeiras semanas procure seguir com cuidado as orientações médicas:

Observe, no local do implante, se há presença de secreções ou sangue, se está aumentando de volume (inchando) ou se está ficando vermelho e quente (inflamado) - comunique a seu médico.

·                    Evite pegar pesos, principalmente com o braço que fica do mesmo lado do implante.

·                    Cuidado com movimentos bruscos ao fazer exercícios, caminhadas ou no banho - oriente-se com seu médico

·                    Só inicie atividades físicas após consultar seu médico.

·                    Evite esportes de contato físico.

·                    Evite manipular seu aparelho.

·                    Siga as instruções de seu médico quanto a retornar a dirigir, viajar, retornar a seu trabalho e às atividades sexuais.

·                    Voltar a dirigir - esta decisão depende principalmente dos sintomas produzidos pela sua arritmia, o que varia em cada pessoa. O seu médico irá recomendar o que for mais seguro para você e para as outras pessoas.

·                    Atividade sexual - Geralmente não há problemas quanto a atividade sexual. Evitar contato físico sobre o local do implante nas primeiras semanas. O choque, nesta situação, é pouco sentido pelo parceiro.

O aparelho monitoriza o r itmo do seu coração durante todo o tempo. Quando ocorre um ritmo anormal, rápido, como TV ou FV, o gerador reconhece, acionando as "terapias".

Estas terapias são programadas pelo seu médico, através de um outro computador, chamado programador, que transmite informações ao aparelho, quando colocado sobre a pele, logo em cima do gerador.

Por exemplo: o médico determina que se o seu coração bater numa frequência maior que 150 por minuto, o aparelho deve reconhecer que é uma arritmia, e iniciar uma terapia.

Existem 3 tipos de terapia:

1. Marcapasso Anti-Taquicardia

O aparelho envia impulsos elétricos rápidos ao seu coração, tentando parar a taquicardia e permitir que o ritmo normal volte. Estes impulsos são geralmente imperceptíveis por você

2. Cardioversão Elétrica

O aparelho envia um choque de baixa energia através do eletrodo (cabo). Você sente o choque, que pode parecer um "soco" no peito.

3. Desfibrilação

O aparelho envia um choque de alta energia ao seu coração. Este choque é necessário quando o choque de baixa energia (cardioversão) não funciona ou quando a arritmia é muito rápida e perigosa (FV). Você sentirá um "forte soco" (pancada) no peito.

O seu CDI ainda possui função de marcapasso, isto é, ele pode enviar pequenos impulsos, se o seu coração bater muito lentamente.

Você receberá um cartão de identificação, que contém informações sobre seu CDI, sobre o implante e a programação. Este cartão passa ser um de seus documentos importantes e deve ser levado com você a todos os lugares (passeios, trabalho, viagens, consultas médicas, lazer, etc.). Você deverá mostrá-lo para evitar portas magnéticas em bancos e aeroportos.

Em caso de viagens:

·                    Avise a seu médico, e informe-se sobre o sistema de emergência do local para onde vai.

·                    Leve consigo o seu cartão de identificação do CDI.

·                    Em caso de longas permanências, peça a seu médico indicação de um especialista no local a quem possa procurar em caso de choquesAvise a seu médico, e informe-se sobre o sistema de emergência do local para onde vai.

·                    Leve consigo o seu cartão de identificação do CDI.

·                    Em caso de longas permanências, peça a seu médico indicação de um especialista no local a quem possa procurar em caso de choques

Se você receber um choque

·                    Tenha sempre um plano de ação para possíveis situações inesperadas. Saiba como chamar o sistema de emergência médica local. Tenha sempre em mãos os telefones dos seus médicos, e a lista de medicamentos que faz uso.

·                    Fique calmo.

·                    Se após o choque você continuar a se sentir mal, com tontura, falta de ar, dor no peito, etc., chame o sistema de emergência (resgate), onde estiver, para levá-lo a um hospital.

·                    Se você se sentir bem após o choque, ligue para seu médico ou clínica de arritmia que o acompanha. É importante sempre comunicar ao seu médico especialista quando receber um choque.

·                    Se você receber 3 ou mais choques, chame o sistema de emergência (resgate), onde estiver, e prepare-se para ser levado a um hospital.

·                    Se você for atendido por uma equipe de emergência ou outro médico que não o conhece, informe sobre seu aparelho, mostrando seu cartão de identificação do CDI. Informe sobre seus medicamentos e sobre os médicos especialistas que o acompanham (telefones).

Visitas ao médico

·                    Você deverá fazer visitas regulares ao médico.

·                    Nestas visitas seu CDI será avaliado quanto ao seu funcionamento, programação e estado da bateria.

·                    Tudo isto é realizado através de um programador (computador), que capta e transmite informações a seu aparelho.

Influências de Aparelhos Elétricos

Desde que em bom estado e bem aterrados (fio-terra), você poderá continuar a usar a maioria dos aparelhos elétricos, tais como:

·                    Forno microondas

·                    Televisão, rádiosAM/FM, vídeo-cassetes.

·                    Barbeadores elétricos, secadores de cabelo.

·                    Torradeira elétricas, liquidificadores, batedeiras, facas elétricas.

·                    Cobertores elétricos, colchões térmicos.

·                    Lavadoras de roupa, secadoras e fogões elétricos.

·                    Máquinas de escrever elétricas e copiadoras.

·                    Computadores

Telefone Celular

Pode afetar o funcionamento do seu CDI se estiver a menos de 15 cm do gerador do CDI. É uma interferência temporária, e pode ser evitada:

·                    Mantendo a distância mínima de 15 cm entre o telefone e o gerador;

·                    Usar seu celular no lado oposto do corpo a que o gerador foi implantado;

·                    Não carregar o celular no bolso da camisa ou no cinto, se não houver uma distância mínima de 15 cm.

Telefones sem fio

Geralmente não afetam o CDI, porém deve-se evitar o uso destes diretamente sobre o gerador.

 

Segurança de Aeroportos e Bancos

O seu CDI poderá disparar os alarmes de segurança de aeroportos e bancos. O detector de metais não deve ser usado sobre seu aparelho. Portanto para evitar tais transtornos você deve mostrar nestes lugares seu cartão de identificação, e fazer com que a equipe de segurança entenda seu problema.

Procedimentos Odontológicos e Médicos

·                    Alguns procedimentos médicos devem ser evitados:

·                    Ressonância Nuclear Magnética, por produzir grandes campos magnéticos (deve-se evitar entrar em salas onde estão sendo realizados exames;

·                    Eletrocautérios (bisturis elétricos), devem ser evitados quando possível.

·                    Deve também ser evitada a "broca" utilizada pelos dentistas.

·                    Em todos estes casos é importante comunicar sobre seu CDI ao profissional responsável pelo procedimento.

Influências Ambientais

Muitas das coisas que você manipula ou trabalha no dia a dia, não irão influenciar no seu CDI. Entretanto, seu aparelho é sensível a campos elétricos ou magnéticos fortes. Estas possíveis fontes de campos elétricos ou magnéticos devem ser mantidas afastadas por pelo menos 30 cm do gerador do CDI:

·                    Ímas fortes.

·                    Detectores de metais magnéticos, usados em segurança de aeroportos, casas de show, etc.

·                    Equipamentos industriais como grandes geradores e motores.

·                    Chaves de fenda elétricas, furadeiras, etc.

Rua 1124, nº 469 Setor Marista - Goiânia - GO - CEP: 74-175-080
(62) 3281-3837 | contato@imcc-cardio.com.br